Ouça agora na Rádio

N Notícia

FOTO:

Lançamento de satélite brasileiro para inclusão digital

Equipamento deverá oferecer cobertura de Internet banda larga a 100% do território nacional

Na última sexta-feira, dia 17 de março, foi realizada reunião entre prefeitos do Oeste de Santa Catarina, ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab e governador Raimundo Colombo, em Chapecó. 

Detalhes sobre o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) –– previsto para ocorrer no final da tarde desta terça-feira, dia 21 de março, no Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa –– foram apresentados durante o encontro, que serviu para destacar a importância dos investimentos nas áreas da ciência, tecnologia e inovação. 

Com cinco metros de altura, 37 metros de envergadura e pesando 5,8 toneladas, o SGDC deverá ampliar o acesso à banda larga no Brasil, com sinal em 100% do território nacional, inclusive em áreas remotas. Ele ainda vai garantir a segurança das comunicações militares do país. O primeiro satélite geoestacionário do Brasil é uma parceria entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Ministério da Defesa. 

O satélite deverá entrar em operação a partir do segundo semestre deste ano. O SGDC ficará posicionado a uma distância de 36 mil quilômetros da Terra, cobrindo todo o território nacional e parte do oceano Atlântico. Ele vai operar nas bandas X e Ka. A primeira é uma faixa de frequência destinada exclusivamente ao uso militar, correspondendo a 30% da capacidade total do satélite. Já a banda Ka, que representa 70%, será usada para ampliar a oferta de banda larga pela Telebras. 

Com investimentos na ordem de R$ 2,1 bilhões, o SGDC será operado por dois centros de controle, sendo um em Brasília e outro no Rio de Janeiro. Também há outros cinco gateways –– estações terrestres com equipamentos que fazem o tráfego de dados do satélite –– que serão instalados em Brasília, Rio de Janeiro, Florianópolis (SC), Campo Grande (MS) e Salvador (BA).

FONTE: Assessoria de imprensa
Link Notícia